KaBuM vence Flamengo e é campeã do CBLoL 2020

KaBuM Esports vence CBLoL 2020 e é tetracampeão Riot Games

KaBuM vence Flamengo e é campeã do CBLoL 2020

A KaBuM Esports é tetracampeã do CBLoL. Os ninjas venceram o Flamengo por 3 a 0 neste sábado (9) e igualaram o recorde da INTZ de equipe mais vencedora da história do torneio, com quatro título.

O time se classificou para as eliminatórias após uma fase de pontos conturbada, estando na lanterna por boa parte do campeonato e fazendo seis vitórias seguidas na reta final. Nas eliminatórias, a KaBuM atropelou seus adversários, favoritos ao título, com dois 3 a 0.

Com a vitória, a equipe leva para casa 70 mil reais em premiação. Por conta da pandemia de coronavírus, a grande final do CBLoL foi disputada e transmitida de maneira remota, e esta etapa do torneio não terá vaga internacional garantida a seu campeão.

KABUM 3 X 0 FLAMENGO

O Flamengo passou boa parte do campeonato como favorito ao título. Com 13 vitórias e 8 derrotas na fase regular, o rubro-negro classificou-se para as eliminatórias atrás apenas da líder Vivo Keyd, superando problemas na organização que iam além do time competitivo e a saída de Luci na metade da Etapa.

Já a KaBuM foi candidata a rebaixamento em boa parte do torneio. O time se classificou para as semifinais em suas últimas chances, vencendo seis partidas seguidas rumo às eliminatórias e mais seis rumo ao título. A crescente dos ninjas foi notável e ocorreu após a mudança para a operação remota do CBLoL, além da vinda do técnico Abaxial.

A grande final foi dominada pela KaBuM do início ao fim. O top laner Parang jogou com seu já característico Jayce em dois de três jogos, sendo destaque dos ninjas e ponto decisivo para a vitória. O Flamengo não soube lidar com os avanços de seus adversários, e perdeu o título em sua quinta final consecutiva.

CBLOL 2020

A Primeira Etapa do CBLoL 2020 passou por uma série de complicações e foi interrompido duas vezes ao longo de sua execução. Iniciado no dia 25 de janeiro, o torneio aconteceu normalmente até o dia 9 de fevereiro nos Estúdios Quanta, em São Paulo.

Na madrugada seguinte à rodada, fortes chuvas na capital paulista ocasionaram um alagamento de proporções inéditas em diversas zonas da cidade, incluindo o bairro onde os estúdios do CBLoL estavam localizados. A inundação devastou a estrutura do campeonato, desde o palco até salas de produção e de transmissão.

A Riot antecipou a pausa de Carnaval e levou duas semanas para prover uma estrutura temporária ao CBLoL, que foi movido para o On e-Stadium, arena de esports no centro de São Paulo. O campeonato ocorreu no estabelecimento por três semanas (6 rodadas) — mas a pandemia de coronavírus chegou ao Brasil e, para proteger seus participantes, o CBLoL foi interrompido outra vez após o dia 15 de março.

No dia 10 de abril, o torneio retornou com operação completamente remota, desde os jogadores e treinadores até a equipe de transmissão, produção, narradores e comentaristas. Assim, o CBLoL continuou até a grande final — e continuará até a série de promoção da Primeira Etapa. Ainda não há informações sobre a realização da Segunda Etapa, que tradicionalmente ocorre a partir de junho.